sinovac
sinovac

Anvisa libera importação de insumos para produção de vacina contra Covid no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que autorizou nesta quarta-feira a importação, em caráter excepcional, de matéria-prima para a fabricação da vacina CoronaVac no Brasil. O imunizante contra a Covid-19 é produzido pelo laboratório chinês Sinovac, que tem acordo de transferência de tecnologia com o Instituto Butantan, em São Paulo.

A liberação encerra um embate aberto na semana passada, quando o Butantan chegou a acusar a Anvisa de atrasar processos de análise relacionada à vacina.

Depois que o Ministério da Saúde voltou atrás na decisão de comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa, por ordem do presidente Jair Bolsonaro, o diretor do instituto, Dimas Covas, fez críticas públicas de que a agência estaria retardando a autorização de importação de insumos, solicitada ainda em setembro.

Em nota nesta quarta, o Butantan comemorou a aprovação e afirmou ser “um passo importante” para a disponibilização da Coronavac. Com a liberação, acrescenta o texto, o instituto “segue em tratativas com a farmacêutica Sinovac Biotech para a liberação da matéria-prima e posterior envio ao Brasil”.

Mais cedo, o diretor do instituto tinha voltado a cobrar posicionamento da Anvisa. Em coletiva de imprensa em São Paulo, ele afirmou que a indefinição sobre a importação já afetaria o cronograma de produção da vacina no Brasil.

A aplicação da vacina na população, porém, ainda depende de conclusão de estudos com voluntários que comprovem a segurança e a eficácia do imunizante, e de posterior autorização e registro na Anvisa.

Compartilhe nas Redes Sociais

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/e13combr/public_html/96fm/wp-includes/functions.php on line 5107