sincomercio
sincomercio

Publicação do Sincomércio gera polêmica e Prefeitura e CMDH divulgam nota de repúdio

Nesta segunda-feira (20/07), o Sincomércio de Bauru e Região fez uma postagem no Facebook acusando a Prefeitura de “sufocar os empresários”. No post, além de reclamar da data de publicação do novo decreto, o Sincomércio acusa o Prefeito Clodoaldo Gazzetta de negligência e afirma que há desinformação.

A publicação, porém, ganhou destaque porque para manifestar sua insatisfação, o Sincomércio fez uma montagem utilizando frases de George Floyd, homem negro que estrangulado até a morte por um policial branco, em 25 de maio, em Minneapolis, EUA. O caso de Floyd gerou revolta e mobilizou ativistas em diversos países do mundo.

Dada a comparação, diversas pessoas repudiaram a postagem do Sincomércio. O Conselho Municipal de Direitos Humanos de Bauru divulgou uma nota de repúdio, confira a íntegra:

“O CMDH – Conselho Municipal de Direitos Humanos de Bauru – SP, vem publicamente manifestar nosso total repúdio à publicação do SINCOMÉRCIO – Sindicato do comércio varejista de Bauru – SP, que fez uma referência totalmente desrespeitosa, ao utilizar a frase dita pelo negro norte-americano, GEORGE FLOYD, nos seus últimos momentos de vida, antes de ser assassinado por um policial branco.

Esta publicação deixa muito claro qual é o posicionamento da elite em relação ao RACISMO, ao utilizá-la como forma de pressão ao prefeito local para reabertura do comércio.

É um pensamento RACISTA, EGOÍSTA e INSENSÍVEL a esta tragédia e também a todas as outras vidas perdidas de negros e negras devido à violência do Estado.

Além também as diversas investidas para que o comércio de nossa cidade seja reaberto desconsiderando os números de mortos e contaminados desta pandemia. Sem levar em consideração o risco eminente que todas as trabalhadoras e trabalhadores correm de contaminação e morte.

O CMDH continuará atento e na luta contra essa série de acontecimentos que mais uma vez reafirmam o desinteresse de parcela da população em garantir os Direitos ao restante da população. E o direito à VIDA é o principal deles.

Que possamos a partir do enfrentamento destas mazelas colaborar com a construção de uma sociedade mais justa, igualitária e democrática.

VIDAS NEGRAS IMPORTAM!
MORTOS NÃO USUFRUEM DE DIREITOS!”

A Prefeitura de Bauru também se manifestou lamentando a postura do Sincomércio e pedindo paz e união. Confira a íntegra da nota:

“A nota divulgada hoje pelo Sincomércio, assinada pelo seu presidente Wallace Sampaio, traz, desta vez, como norte da campanha caluniosa impetrada pela entidade, a frase “Prefeito Sufoca Empresário de Bauru”.

Além de fazer uma analogia de profundo mau gosto, ao colocar no banner de marketing da campanha as últimas frases do norte-americano George Floyd durante o trágico evento que culminou na sua morte por sufocamento, é de extremo desrespeito com a cidade de Bauru.

Por vir recheada de desinformação proposital, a mesma amplifica um discurso de ódio que tumultua a vida da cidade e coloca em risco a saúde da população. Neste contexto, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Negócios Jurídicos, não medirá esforços para buscar, por via legal, a responsabilização cível e criminal do presidente do Sincomércio.

Todas as medidas tomadas até agora pela Prefeitura, nas questões sanitárias, estão respaldadas por critérios legais e científicos, referendados pelo poder judiciário. Existe ainda uma preocupação intensa de todos os órgãos públicos municipais em promover ações de desoneração, diálogo e acolhimento das atividades econômicas mais impactadas até aqui pela pandemia.

A entidade sabe que as Prefeituras só podem editar Decretos que sejam completares as decisões do Governo Federal e Estadual e nunca divergentes. Tanto o Supremo Tribunal Federal como o Tribunal de Justiça de São Paulo já se manifestaram nesta mesma direção, de que as Prefeituras, inclusive a de Bauru, devem seguir rigorosamente as normas definidas pelo entes federativos superiores.

A cidade precisa de PAZ e UNIÃO, pois estamos vivenciando o pior momento da doença no município, no qual o número de contaminados aumenta a cada dia, os leitos hospitalares de UTIs estão próximos ao esgotamento e as pessoas estão perdendo seus entes queridos para o vírus. Não é compreensível que, neste momento tão difícil que a nossa cidade e a humanidade atravessam, o discurso de ódio, de desunião e a intolerância sejam usados com objeto de defesa de um presidente de entidade que deveria acolher e orientar adequadamente seus representados e não jogá-los em um campo de guerra onde não existem vencedores!”

Procurado, o Sincomécio se manifestou por nota:

“Sobre o comunicado da prefeitura da publicação do Sincomércio, informa o presidente:
Não retiro uma vírgula do que disse.
Se provocou essa e outras reações é porque atingimos o objetivo de chamar a atenção para o extermínio de empresas e empregos provocados pelas atitudes inconsequentes da Prefeitura que acha que apenas com o abre fecha do comércio vai controlar a pandemia já que não existe um planejamento sendo executado na área da saúde.
O Sincomércio permanece inabalável na defesa de seus associados.
Quanto às ameaças, que venham.
Walace Garroux Sampaio”

Compartilhe nas Redes Sociais

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/e13combr/public_html/96fm/wp-includes/functions.php on line 5107