bauru transito carro
bauru transito carro

Região de Bauru registra queda nas fatalidades de trânsito

Segundo os novos dados do Infosiga SP, sistema do Governo de São Paulo gerenciado pelo Detran.SP e programa Respeito à Vida, a região administrativa de Bauru registrou queda de 8% nas fatalidades de trânsito em 2020.

No ano, foram 157 fatalidades contra 170 em 2019. Já o Estado de São Paulo teve o menor número de fatalidades de trânsito desde o início da série histórica, em 2015. Foram 5.023 óbitos causados por acidentes em 2020, índice 7,6% menor na comparação com 2019 (5.439) e 22,3% menor do que o registrado há cinco anos (6.466).

Motociclistas lideram as estatísticas de fatalidade com 1.899 ocorrências, uma redução de 1,1% na comparação com o ano anterior (1.921 óbitos) e de 0,2% em relação a 2015 (1.902). Ocupantes de automóveis estão em segundo lugar com 1.242 fatalidades no ano e redução de 10,4% na comparação com 2019 (1.386 vítimas) e 22,4% em relação a 2015 (1.599).

Pedestres seguem como o grupo com maior redução nos índices. Foram 1.108 fatalidades em 2020, o que representa redução de 20,6% na comparação com o ano anterior (1.395 óbitos) e de 36,3% em relação a 2015 (1.740). Em 2020, foram registrados 413 óbitos de ciclistas, aumento 2,5% em comparação com 2019 (403 fatalidades) e de 37,2% em relação a 2015 (301).

Das 16 regiões administrativas do Estado, 11 apresentaram redução nos índices na comparação com 2019, com destaque para as regiões de Presidente Prudente (-30%) e Central e São José do Rio Preto (-22%). Outras cinco tiveram aumento nas fatalidades.

Entre janeiro e dezembro de 2020, foram registrados ainda 170.292 acidentes com vítimas, redução de 9,3% na comparação com o mesmo período de 2019 (187.758 acidentes). A maioria das ocorrências (49,5%) fatais ocorre em vias municipais e 44% em rodovias. Em 6,5% dos casos não foi possível identificar com precisão a jurisdição da via.

Perfil da vítima
Em 2020, jovens com idade entre 18 e 34 anos corresponderam a 36% das vítimas de trânsito. A maioria é homem (83%) e condutor do veículo (61%). Mais da metade (51%) das vítimas faleceram nos hospitais. Em 78% das ocorrências, o óbito ocorreu no mesmo dia do acidente.

As ocorrências estão concentradas no período noturno (57%) e nos finais de semana (44%). O principal tipo de acidente é a colisão entre veículos (38% do total), seguido pelos atropelamentos (23%) e choque contra objetos fixos (19%).

Compartilhe nas Redes Sociais

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/e13combr/public_html/96fm/wp-includes/functions.php on line 5107