Charles Darwin
Charles Darwin

Universidade de Cambridge denuncia roubo de cadernos de Darwin

A Universidade de Cambridge classificou como “roubados” dois cadernos de Charles Darwin (1809-1882) que desapareceram de sua biblioteca há 20 anos. Um deles contém o desenho da “árvore da vida”, que se tornou o símbolo da teoria da evolução.

“Depois de uma busca exaustiva, a mais importante da história da biblioteca, os curadores chegaram à conclusão de que os cadernos, cujo desaparecimento foi relatado pela primeira vez em janeiro de 2001, foram provavelmente roubados”, anunciou a universidade nesta terça-feira (24).

O desaparecimento foi denunciado à polícia e os cadernos, avaliados em vários milhões de libras, foram adicionados ao arquivo da Interpol de obras de arte roubadas.

“Lamento profundamente que esses cadernos continuem desaparecidos, apesar das inúmeras buscas em grande escala nos últimos 20 anos, incluindo a maior da história desta biblioteca no início deste ano”, afirmou Jessica Gardner, diretora do serviços bibliográfico.

O anúncio foi feito no “dia da evolução”, que comemora o aniversário da primeira publicação do livro de “A Origem das Espécies”, e a universidade lançou um convite à participação dos cidadãos para encontrar as obras.

A grande obra do naturalista inglês foi publicada pela primeira em 24 de novembro de 1859.

Por G1

Compartilhe nas Redes Sociais

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/e13combr/public_html/96fm/wp-includes/functions.php on line 5107