YouTube remove vídeo de fundação do Itamaraty contra uso de máscaras

O YouTube removeu um vídeo de uma palestra de um seminário da Fundação Alexandre Gusmão (Funag), vinculada ao Itamaraty, sobre “nocividade do uso de máscaras”. A plataforma diz, em nota, que não permite conteúdos que “incentivam atividades que possam causar danos físicos ou mortes”.

A Funag tem realizado seminários virtuais nos quais aborda com frequência a pandemia de Covid-19. Após o evento, a fundação mantém a transmissão completa no YouTube e faz recortes de vídeos menores.

O material removido fazia parte do seminário virtual “A conjuntura internacional no pós-coronavírus”, que aconteceu em 3 de setembro. O YouTube não confirmou a partir de qual data o trecho ficou indisponível.

Nele, o palestrante Carlos Ferraz dizia, sem apresentar evidências científicas, que o uso máscaras faz mal à saúde de pessoas saudáveis. Ferraz citou “artigos” e “testes”, sem mencionar detalhes, nem os autores.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) orienta que todas as pessoas usem máscaras onde houver transmissão ampla da doença e em situações em que o distanciamento social não é possível, como no transporte público.

Compartilhe nas Redes Sociais

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/e13combr/public_html/96fm/wp-includes/functions.php on line 5107